CIMOL

INSTITUIÇÃO

Mais do que formar profissíonais capazes e empreendedores, a Escola Técnica Estadual Monteiro Lobato visa fazer com que o acadêmico reflita sobre seu papel de cidadão dentro da sociedade em que está inserido. Assim, O CIMOL instiga em seu aluno a capacidade de buscar novas ideias para melhorar o ambiente onde vive.

Com o intuito de oferecer educação de qualidade, a escola dispõe de laboratórios e oficinas, onde seus estudantes usufruem de recursos tecnológicos adequados para a sua área de atuação. Prova disso é a presença do CIMOL em diversas feiras estaduais, nacionais e internacionais, com seus projetos de pesquisa dentro dos cursos oferecidos por nossa Escola.

CURSO TÉCNICO INTEGRADO AO ENSINO MÉDIO

Nesta Modalidade, o aluno cursa o ensino médio e o ensino técnico de forma integrada, desde o primeiro ano. As Aulas ocorrem no turno da manhã e no turno da tarde. A quantidade de aulas depende do curso escolhido

O Cimol oferece oito diferentes cursos técnicos realizados na forma integrada ao ensino médio. São eles:

  • Design de Móveis;
  • Eletrônica;
  • Eletrotécnica;
  • Informática;
  • Mecânica;
  • Meio Ambiente;
  • Móveis;
  • Química;

Todos os Cursos Técnico Integrados possuem matrícula anual, com duração de três anos mais o estágio.

*(exceto o Design e Móveis, pois não possuem estágio em sua grade curricular).

CURSO TÉCNICO SUBSEQUENTE (NOTURNO)

Para alunos que já concluiram o ensino médio, e têm interesse em ter formação técnica, esta é a melhor opção. Os cursos na modalidade subsequente ocorrem apenasno turno da noite. Não interrompendo suas demais atividades

A Escola dispôem de seis cursos nesta modalidade. São eles:

  • Design de Móveis;
  • Eletrônica;
  • Eletrotécnica;
  • Informática;
  • Mecânica;
  • Móveis;

A matrícula ocorre de forma semestral. O aluno se matricula apenas nas disciplinas que desejar realizar. Todos os cursos possuem estágio supervisionado em sua grade cirricular.

HISTÓRIA

CINQUENTA ANOS DE REFERÊNCIA REGIONAL NA EDUCAÇÃO PROFISSIONALIZANTE.

No ano de 1960, Harald Albert Bauer, Arnaldo de Freitas e Fernando Sperb iniciaram um trabalho que culminaria, inicialmente com a fundação de um Ginásio Industrial.Para alunos que já concluiram o ensino médio, e têm interesse em ter formação técnica, esta é a melhor opção.

Em 11/01/1960 foi denominada, pelo Decreto nº 11.439, Escola Industrial de Taquara. A partir de 1962 passou a denominar-se Escola Industrial Monteiro Lobato, uma homenagem ao escritor, diplomata, fazendeiro e industrial José Bento Monteiro Lobato [1882-1948].

Reconhecido como homem de grande tenacidade, um pioneiro nas áreas em que atuou. Comprometido com sua paixão pelo Brasil, o qual queria ver desenvolvido, foi defensor do petróleo brasileiro.

Em 1967 adotou o nome de Colégio Industrial Monteiro Lobato, o CIMOL, sigla até hoje conhecida, usada e divulgada.

Em 1978, em função da Lei 5.692/71, surgiu o Decreto de reorganização número 27.930 que alterou o nome para Escola Estadual de 2º Grau Monteiro Lobato.

No ano de 1989 foram autorizadas as habilitações de técnico em eletrônica e técnico em mecânica. E no ano seguinte foi autorizado o funcionamento das habilitações de técnico em mecânica e técnico em eletrônica.

Em 2000, pela Portaria 210, de 18 de agosto, mais uma vez a designação da Instituição é alterada, passando a chamar-se Escola Técnica Estadual Monteiro Lobato, mas ainda CIMOL, extra oficialmente.

Em 2006 O CIMOL passa a contar com mais um curso novo Curso Técnico em Design de Móveis e reinicia as atividades do Curso Técnico em Marcenaria que existia na escola até o final da década de 80.

Em 27/01/2010 a Escola passou a ser Centro Estadual de Referência em Educação Profissional. Sendo o CIMOL foi uma das seis escolas estaduais escolhidas como Centro Estadual de Referência em Educação Profissional, em modalidade industrial. Assim, a escola passou a estar apta na promoção de cursos da área industrial em outros municípios do Estado.

No ano de 2011 foi autorizada a realização de mais um curso: Técnico em Informática, o que intensificou ainda mais a procura de candidatos para as vagas da instituição.

A Escola, que começou com um modesto prédio, em restrito espaço funcional, não parou de crescer, em 2012 inaugurou um 3º piso no prédio da Rua Rio Branco.

Estágio
Integrado